Como Investir no Tesouro IPCA+ (NTNB)

Tempo de leitura: 10 minutos

Tesouro IPCA+

Hoje percebo que o mercado está bastante propício para os investimentos de renda fixa, mas mesmo assim muitas pessoas continuam desperdiçando esta excelente opção de investimento de baixo risco e médio retorno que é o Tesouro Direto. Por isso resolvi escrever este artigo onde tento ensinar tudo que eu sei sobre o Tesouro IPCA+ (NTN-B Principal) e o Tesouro IPCA+ com Juros Semestrais (NTN-B) de uma maneira clara e objetiva.

Uma curiosidade é que o nome Tesouro IPCA+ foi adotado somente no início de 2015, quando os nomes dos títulos do Tesouro Direto forma simplificados, dando fim a “sopa de letrinhas” que antes dificultava a compreensão dos diferentes títulos disponíveis. No passado o Tesouro IPCA+ se chamava NTN-B (Nota do Tesouro Nacional série B). Portanto se você ver esse nome em algum lugar saiba que se trata do Tesouro IPCA+.

Espero que você realmente aproveite o conteúdo a seguir para começar a obter altos rendimentos com o Tesouro Direto. Vou iniciar falando sobre a diferença entre os dois tipos de Tesouro IPCA+ que existem, um com e o outro sem o pagamento de juros semestrais.

O Tesouro IPCA+ e o Tesouro IPCA+ com Juros Semestrais

Existem dois tipos de Tesouro IPCA+ que variam quanto a forma de recebimento dos juros.

Tesouro IPCA+: Esse título tem um fluxo de pagamento simples, ou seja, você recebe na data de vencimento (ou de venda antecipada) o valor investido mais os juros acumulados no período.

Fluxo de Pagamento do Tesouro IPCA+

Tesouro IPCA+ com Juros Semestrais: Esse título tem fluxo de pagamentos de cupons de juros, ou seja, você recebe os juros semestralmente e na data de vencimento recebe apenas o valor investido juntamente com a última parcela de juros. Nesse caso você recebe os juros antecipadamente em parcelas, não sendo necessário esperar até a data de vencimento para recebê-los.

Fluxo de Pagamento do Tesouro IPCA+ com Juros Semestrais

Sendo apenas essa a diferença entre eles passarei a usar o termo Tesouro IPCA+ para me referir a ambos os títulos.

Tesouro IPCA+

O Tesouro IPCA+ é um título público pós-fixado do Tesouro Direto. Isso quer dizer que o investidor não sabe antecipadamente, quando irá receber de juros na data de vencimento do título. Para falar a verdade o título tem uma parte do rendimento prefixada, ou seja, que o investidor já conhece no momento da compra e uma outra parte atrelada ao IPCA (Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo), que é um índice medido pelo IBGE e usado para determinar a inflação oficial do país. Assim a rentabilidade do título se dá por um valor prefixado + o IPCA do período, de modo que o Tesouro IPCA+ irá produzir sempre um retorno garantido acima da inflação.

Dito isso, vejamos os títulos disponíveis de Tesouro Prefixado na tabela a seguir. Você pode conferir aqui a lista atualizada.

Tabela de Preços do Tesouro IPCA+

Como você pode observar, no momento em que escrevo este artigo há seis títulos de Tesouro IPCA+ disponíveis para a compra, três deles com fluxo de pagamento simples e três com fluxo de pagamento de juros semestrais. Veja que o título Tesouro IPCA+ 2019 está custando R$2.033,41 atualmente. No seu vencimento, que é o dia 15/05/2019 ele será recomprado automaticamente pelo Tesouro Nacional e o investidor receberá os juros acumulados no período. O valor expresso na tabela no campo “Taxa (a.a.) – Compra”, que é de 6,27%, se refere a parte pré-fixada do título. Isso quer dizer que, aconteça o que acontecer esse título irá render 6,27% ao ano + a inflação do período.

Já se você comprasse o Tesouro IPCA+ com Juros Semestrais 2020, por exemplo, receberia a cada 6 meses metade dos juros anuais e na data de vencimento receberia o valor investido inicialmente junto com os juros do último semestre.

Você pode comprar um título inteiro, ou seja, compra uma unidade ao preço que é apresentado na tabela ou apenas uma fração do título. É possível frações a partir de 1% do valor de tabela de um título. Por exemplo, o custo de uma unidade do título Tesouro IPCA+ 2019 é de R$2033. Como é possível comprar uma fração de apenas 0,01 do título, o investimento mínimo no Tesouro IPCA+ 2019 é de R$20,33. Entretanto, o Tesouro Direto exige que a compra seja de pelo menos R$30, assim o valor mínimo deverá ser de 0,02, ou seja de R$40,66.

Relação entre a Inflação e a Taxa Selic

Relação entre a Inflação e a Taxa Selic

Assim como o Tesouro Prefixado se você comprar o título e esperar até o vencimento, você não precisa se preocupar com a taxa de juros. Porém, caso você queira vendê-lo antecipadamente há o risco de obter uma rentabilidade menor ou maior do que a prometida. Isso pode ser resumido da seguinte forma:

Quando a taxa de juros aumenta a inflação diminui.
Quando a taxa de juros diminui a inflação aumenta.

O que acontece é que quando a taxa de juros cai o crédito fica mais barato, facilitando tanto o consumo das pessoas como os investimentos das empresas. Isso é, sem dúvidas, um enorme benefício para o país, pois ajuda o seu crescimento. Por outro lado, com o aquecimento da economia os preços tendem a subir, fazendo com que a inflação aumente. Como medida para controlar a inflação o Banco Central pode também elevar os juros, para que o consumo diminua e os preços caiam, diminuindo a inflação.

A Venda Antecipada do Tesouro IPCA+

O Tesouro IPCA+ pode ser vendido antecipadamente a qualquer momento que o investidor quiser. Os títulos serão recomprados das 18 horas até as 5 horas do dia seguinte, no caso dos dias úteis e a qualquer hora nos fins de semana. Se você acessar a lista de títulos durante estes horários verá uma imagem semelhante a esta:

Venda Antecipada do Tesouro IPCA+

Na parte destacada em azul você observa que alguns títulos têm taxa de compra de 0%. Isso quer dizer que esses títulos não estão mais disponíveis para a compra. Novos títulos são criados de tempos em tempos e ao se aproximar da data de vencimento eles não ficam mais disponíveis para a compra.

Observe na parte destacada em vermelho que existe uma taxa para venda. Isso quer dizer que, se você vender o título antecipadamente seu título não renderá de acordo com a taxa prefixada que foi pactuada no momento da compra, mas sim com a taxa de venda do mercado. Essa taxa pode ser tanto maior quanto menor daquela do momento de compra. Na parte amarela você pode ver o preço propriamente dito ao qual está título está sendo vendido atualmente.

Recomendação do Tesouro IPCA+

Recomendação do Tesouro IPCA+

O Tesouro IPCA+ é um título que protege o investidor da inflação. Como ele tem uma parte pré-fixada + a inflação, o investidor sempre terá um ganho real que equivale a parte pré-fixada do título. É a melhor alternativa para o longo prazo, é o único título que, com certeza, terá um rendimento maior do que a inflação. Os próprios títulos já são vendidos para com opções de prazos mais longos como 2035 e 2050. Aposentadoria, faculdade dos filhos e outros projetos de acumulação de capital de longo prazo são certamente para Tesouro IPCA+. Para prazos mais curtos, por sua vez, a melhor opção de investimento é o Tesouro Selic.

O Tesouro IPCA+ é uma ótima alternativa aos planos de previdência privada, pois protege o investidor da inflação. Pouco adianta acumular muito capital se ele perder o seu poder de compra. Mesmo que a inflação não seja alta, no longo prazo o seu efeito será perceptível.

Quanto mais perto da data de vencimento menor costumam ser as oscilações na taxa de venda. Portanto é preferível escolher títulos com data de vencimento mais próxima da data desejada, mesmo que os títulos com data de vencimento mais distante oferecem uma taxa de compra maior.

O Tesouro IPCA+ é melhor do que o Tesouro IPCA+ com Juros Semestrais, pois nele há o efeito dos juros compostos, que aumentam muito a rentabilidade. Para quem pensa em juntar dinheiro para a aposentadoria, o ideal é usar o Tesouro IPCA+ para acumular o capital e quando já estiver aposentado migrar para o Tesouro IPCA+ com Juros Semestrais para receber os cupons de juros semestralmente.

Como Calcular a Rentabilidade do Tesouro IPCA+

Calcular a Rentabilidade do Tesouro IPCA+

Você pode utilizar a Calculadora do Tesouro Direto para simular a rentabilidade que irá obter ao investir em Tesouro IPCA+. Tenha em mente que as simulações não podem prever a real rentabilidade do título, mas apenas uma estimativa.

A seguir como exemplo, vou calcular a rentabilidade que eu obteria ao comprar hoje (25/03/2015) uma unidade de Tesouro IPCA+ 2035. Veja a seguir como ficaria o preenchimento:

Simulação Tesouro IPCA+

A data do vencimento, o valor investido e a taxa de compra devem ser consultados na tabela que está acima da calculadora. O valor investido deve ser calculado conforme o valor que você desejar investir. Optei por calcular utilizando o valor de uma unidade do título, conforme aparece na tabela.

O IPCA deve ser “chutado”. Você pode consultar o IPCA atual e a previsão para os próximos dois anos nesta página do Tesouro Direto. Atualmente o governo tem a meta de deixar o IPCA o mais próximo de 4,5% é no máximo 6,5%. Como os investimentos em Tesouro IPCA+ são de longo prazo fica difícil prever o resultado. O ideal, portanto, é escolher uma taxa mais conservadora para quanto maior for a data de vencimento.

Vejamos então os resultados dessa simulação:

Simulação Tesouro IPCA+

O resultado é uma rentabilidade líquida ao ano foi de 11,28% e um valor líquido de R$6.275,95, conforme os valores destacados em vermelho. A rentabilidade acumulada no período foi de 853%. A título de comparação fiz uma simulação com os mesmos valores de entrada só que escolhendo o Tesouro IPCA+ com Juros Semestrais. Vejamos os resultados obtidos.

Simulação Tesouro IPCA+

Observe que a rentabilidade ao ano foi só um pouco abaixo da anterior, de 11,28% para 11,24%. Porém o valor líquido resgatado foi de R$6.275 para R$3.299. Isso porque os juros pagos semestralmente foram diminuindo o capital, “cortando” o efeito dos juros compostos. Já no primeiro caso os juros compostos fizeram exatamente o contrário, aumentaram o capital investido. 

Conclusão

O Tesouro IPCA+ e Tesouro IPCA+ com Juros Semestrais são ótimas opções de investimento se bem utilizados. Entre suas vantagens podemos citar:

  • Rentabilidade real sempre acima da inflação
  • Opções com datas de vencimento mais distantes
  • Melhor opção para investimentos de longo prazo

Entre as suas desvantagens temos:

  • Rentabilidade nominal é difícil de ser prevista no longo prazo
  • Risco de rentabilidade menor na venda antecipada

Espero que este artigo tenha sido útil para você entender o funcionamento do Tesouro IPCA+. Confira também os artigos em que falo sobre o Tesouro Prefixado e no outro em que falo do Tesouro Selic.

FIQUE ATUALIZADO!

Insira o seu endereço de email abaixo para receber gratuitamente as atualizações do blog!>

(crédito das imagens: shutterstock.com)

  • marcio

    muito obrigado pela explicação, realmente pra quem não tem muita noção como eu, já começa a me ajudar muito lendo essa sua matéria, se tiver mais algum material q possa me ajudar, agradeço desde já pela atenção.

    att.

    • Diogo Pereira

      Obrigado pelo seu comentário Márcio!

      Se você tiver alguma dúvida pode me perguntar aqui nos comentários ou enviar um e-mail para mim através da nossa página de contato.

      • Lorena

        Como a gente faz pra conseguir comprar?

        • Diogo Pereira

          Olá Lorena!
          Você pode encontrar informações sobre o funcionamento do Tesouro Direto no artigo Como Investir no Tesouro Direto aqui do site.

  • Muito bom artigo.

    Estou procurando justamente aplicações a longo prazo (acima de 10 anos), porém não ficou claro como posso começar este investimento (Tesouro IPCA+): posso investir mensalmente com valor mínimo durante 15 anos (aporte mensais)? Ou o investimento é feito em uma única vez e espera a rentabilidade?

    Grato.

  • Aguilar Junior

    Boa tarde,
    Parabéns pelo trabalho.
    Estou interessado em investir no tesouro direto.
    IPCA+.
    Qual corretora você recomenda?
    Eu posso comprar titulos em cima de titulos para aumentar o capital?

    Obrigado

    • Olá Aguilar!
      Quanto a escolha da corretora procure a que tiver a menor taxa de administração. Há uma lista (quase) sempre atualizada nesta página: http://viverdeinvestimento.com/acoes/corretoras-de-valores/.
      Sobre a sua segunda pergunta, você está querendo saber se poderá comprar mais títulos depois? Se for isso a resposta é sim. Você poderá comprar mais títulos sempre que quiser, com frações a partir de 1% do valor do título.

  • João Duarte

    Como não tenho um grande capital par investimento agora, eu vou separar partes dos meus ativos mensais para investir, é rentável eu ir comprando percentuais por mês ou invez de já investir uma grande quantia de uma vez só?

    • Olá João!
      Uma das vantagens do Tesouro Direto é justamente essa, você pode começar a investir com apenas R$30.
      Mesmo que você tenha pouco dinheiro vale a pena investir, assim você já pode começar a ganhar dinheiro com muito pouco em vez de acumular uma grande quantidade primeiro.

      • João Duarte

        Bom, então eu comprando títulos todo mês, por exemplo, todo mês separo R$ 200,00 para compra, mesmo assim é um bom negócio?

        Diogo, venho lendo muito sobre títulos do tesouro, e de todos blogs e artigos que li, a tua explicação foi a mais direta e coerente. Parabéns!

        • Exatamente João. Como não existe uma taxa de corretagem (por operação) como na bolsa de valores é vantajoso investir mesmo com valores pequenos. Só não valerá a pena se você tiver que pagar uma taxa de DOC/TED para transferir o dinheiro para a corretora, que costuma ficar em torno de R$8-9. Caso você não tenha esse serviço incluso no pacote de serviços do seu banco é só abrir uma “conta digital” em qualquer banco, que não tem taxa de manutenção e tem DOC e TED gratuitos.

  • Fabricio Bellei

    Bom dia,
    Venho estudando sobre renda fixa e investimentos, e esta sua matéria esta simples e com uma ótima explicação, para mim que sou leigo no assunto já abriu meu entendimento demais. Muito Obrigado por compartilhar seu conhecimento a nós que queremos entrar nesse mercado.

    Att

  • misael da silva

    Boa noite.
    Gostaria de agradecer por sua iniciativa de ensinar os outros leigos do assuntos e tb para nos ajuda a conquista a nossa liberdade financeira, sei que a jornada é longo ( só se ganha na loterias),
    No caso do TD IPCA+, ( somente a NTNB- Principal) tem duas txs.
    No ato da compra tem já uma taxa do papel da compra ( exp. acima 6,48).Que muda dia dia.
    e a outra somente no vencimento ( se for até o final).
    Desde já agradecido.

  • Eugenio

    Mas se: “O IPCA deve ser “chutado”. Você pode consultar o IPCA atual e a previsão para os próximos dois anos nesta página do Tesouro Direto” e a previsao for, por exemplo para os proximos tres anos, 5,50 7,00 e 6,00, o que eu coloco? A media? O valor mais baixo, o valor do ultimo ano? Obrigado

  • Daniele Fernandes

    Minha corretora cobra taxas em todas as compras mensais que eu faço no Tesouro Direto (Tesouro IPCA+ 2019 (NTNB Princ). Fica em torno de R$20,00 cada compra. Tô querendo juntar e fazer essas compras no Tesouro Direto de seis em seis meses para evitar pagar tantas taxas assim. Eu fiz o procedimento aqui e juntando durante seis meses o que eu compraria todo mês, pagarei os mesmos R$20,00 (aproximadamente) pela compra. Estarei agindo corretamente?

    • Olá Daniele,
      Qual é a sua corretora? A maioria das corretoras não cobra esse tipo de taxa, sugiro que abra uma conta em outra corretora para fazer seus novos aportes, mantendo os existente na sua atual.
      Verifique também se você não está sendo cobrada por outra coisa, como por custódia de renda variável. Algumas corretoras podem cobrar essa taxa mesmo que você não invista em ações.

  • Moacir Martins

    Você já fez alguma simulação de comprar IPCA com juros e ir reinvestindo os cupons (supondo as mesmas taxas)?

    • Olá Moacir,
      Se você não tem necessidade de receber os cupons creio que não vale a pena essa estratégia, uma vez que os cupons são tributados integralmente e os novos títulos comprados também vão estar sujeitos a tributação.

  • Olá Elisson,
    A data-limite são cinco dias úteis antes da data de pagamento de juros pois o investimento em títulos que pagam cupom de juros é suspenso 4 dias úteis antes da data do pagamento do cupom. Conforme a página do TD: http://www.tesouro.fazenda.gov.br/ver-todas-perguntas-tesouro-direto#this

  • Felipe Ferraz

    Carece atualização o artigo, uma vez que o horário de venda foi alterado. No mais, parabéns! não só por este como por vários artigos que li aqui no blog!