As 7 Lições do Milionário que Mora ao Lado

Tempo de leitura: 7 minutos

A riqueza é medida de acordo com aquilo que você poupa, não com o quanto você ganha. Pode-se dizer que essa é a máxima do livro O Milionário Mora ao Lado (1996), originalmente The Millionaire Next Door de Thomas J. Stanley e William D. Danko. Esse livro, que é recheado de estatísticas, é o resultado da mais abrangente pesquisa já realizada sobre os milionários – pessoas com patrimônio líquido igual ou superior a 1 milhão de dólares – nos Estados Unidos.

Mais de mil pessoas responderam a uma pesquisa entre os anos de 1995 e 1996, que culminou nesse livro, que tem como objetivo descobrir como é a vida dos milionários norte-americanos, seus hábitos, e de que forma obtiveram sua riqueza. O livro não faz parte dos estereótipos de “como ficar rico”. Ele é um livro que muda a forma do leitor de enxergar os milionários, e ao mesmo tempo não carece de lições financeiras valiosas para aqueles que também desejam se tornar milionários.

A leitura desse livro é sem dúvidas muito interessantes, mas caso você não tenha tempo, ou disposição para lê-lo trago ao longo dos próximos parágrafos as principais dicas que encontrei na sua leitura. São 7 lições fundamentais que estão por trás da grande maioria dos milionários norte-americanos e que você irá conhecer agora. Aproveite o conteúdo.

As Lições dos Milionários

O retrato de um milionário típico é muito diferente do que a maioria das pessoas costuma imaginar. A maioria dos milionários não se veste como milionários, não comem como milionários, não agem como milionários e nem sequer tem nomes de milionários.

Alguns dos resultados da pesquisa são tão surpreendentes que você pode não acreditar nelas quando lê-los pela primeira vez. Até mesmo os autores se mostram surpresos em determinados momentos ao descobrir que os milionários não vivem realmente como eles imaginavam.

Por exemplo, a renda anual média da família milionária americana é de US$247.000. Aqueles que tem uma renda na faixa de US$500.000 até US$999.999 representam apenas 8% do total de milionários e os que tem uma renda de US$1 milhão ou mais representam menos de 5% dos milionários.

O patrimônio líquido médio é de US$3,7 milhões, sendo que, em média, a renda anual dos milionários representa menos de 7% de seu patrimônio líquido. Isso significa que eles vivem com menos de 7% da sua riqueza. Logo, eles possuem uma riqueza acumulado suficiente para viver sem trabalhar por até 14 anos. Com base nesses e outros resultados incríveis de sua pesquisa os autores conseguiram determinar sete fatores que são comuns entre as pessoas milionárias, que eu explico em detalhes nos próximos parágrafos.

Fator #1 – Vivem Muito Abaixo dos Seus Meios

Vivem Muito Abaixo dos Seus Meios

Apesar de terem uma quantidade significativa de dinheiro, os milionários sabem como ser frugais. Na verdade, é a própria frugalidade que os conduz a acumular uma grande quantidade de riqueza. Eles não gostam de viver um estilo de vida luxuoso, com altos gastos, contrapondo-se com o que a maioria das pessoas acredita.

Eles não têm o carro do ano, nem moram em mansões nos bairros nobres das cidades, sendo que costumam ter mais de seis vezes e meia o nível de renda de seus vizinhos que não são milionários. O que eles fizeram (e fazem) é basicamente gastar menos do que ganham e investir a diferença. Se existe uma fórmula para a riqueza pode-se dizer que é esta.

Fator #2 – Alocam seu Tempo, Energia e Dinheiro Para Construir Riqueza

Alocam seu Tempo, Energia e Dinheiro Para Construir Riqueza

Os milionários têm como objetivo principal multiplicar sua riqueza e trabalham arduamente para tal. Mais da metade deles trabalha de 45 a 55 horas por semana e apenas um em cada cinco dos milionários está aposentado.

Os milionários também são investidores muito melhores do que os não-milionários. Isso porque, eles gastam mais tempo planejando e gerenciando seus investimentos. De acordo com a pesquisa, os milionários gastam cerca de 8,4 horas por mês no planejamento financeiro, enquanto que os não-milionários gastam apenas metade de desse tempo – 4,6 horas por mês – planejando as suas finanças.

Fator #3 – Acreditam que a Independência Financeira é Mais Importante do que Status Social

Acreditam que a Independência Financeira é Mais Importante do que Status Social

Esse fator está relacionado com o primeiro. Os milionários acham que é mais importante ter tranquilidade financeira, não dependendo do próximo salário, do que aparentar ter um padrão de vida que eles não têm.

Os milionários americanos não gastam muito dinheiro na hora de comprar um carro, por exemplo. Grande parte deles prefere modelos comuns norte-americanos ao invés de veículos de luxo importados. Além disso, apenas 23% compram um carro zero e mais de 50% dos milionários tem um modelo de carro de 2 ou mais anos atrás.

Fator #4 – Seus Pais Não lhe Deram Ajuda Financeira

Seus Pais Não lhe Deram Ajuda Financeira

A maioria dos milionários nunca receberam ajuda de seus pais, sendo que 80% delas não adquiriram sua riqueza através de herança. Os autores notaram que aqueles que receberam auxílio financeiros dos pais investiram menos dinheiro, e ficaram mais dependentes do crédito do que os não recebedores.

Fator #5 – Seus Filhos Adultos são Economicamente Autossuficientes

Seus Filhos Adultos são Economicamente Auto-Suficientes

Os milionários se preocupam também com a educação financeira dos filhos. Eles lhe ensinam desde cedo os benefícios de uma vida frugal, de modo que eles possam se tornam milionários de forma autônoma.

Essa lição também dá suporte a lição anterior de que os milionários não receberam ajuda financeira de seus pais. Portanto, os pais milionários também não dão ajuda financeira a seus filhos, pois acreditam que esse excesso de proteção pode torná-lo dependentes.

Fator #6 – São Especialistas em Identificar Oportunidades

São Especialistas em Identificar Oportunidades

Os milionários dedicam bastante tempo para organizar suas finanças, de modo que que são especialistas em escolher os melhores investimentos. São investidores meticulosos e cuidados que, em média, investem quase 20% da renda anual.

Fator #7 – Escolheram a Profissão Certa

Escolheram a Profissão Certa

Cerca de dois terços dos milionários que estão trabalhando são donos de seu próprio negócio. A maioria dos outros são profissionais liberais, como médicos e contadores. Muitos tipos de negócios em que os milionários estão envolvidos podem ser classificados como normais ou até tediosos. Eles são leiloeiros, donos de empresas de solda, produtores de arroz, donos de firmas dedetizadoras, comerciantes de selos e moedas, donos de firmas de asfaltamento.

Outro dado interessante é que profissionais autônomos ter quatro vezes mais chance de se tornarem milionários do que aqueles que trabalham para outros. Além disso, eles são bastante instruídos. Apenas um em cada cinco não se formou na universidade, porém, apenas 17% frequentaram uma escola particular.

Conclusão

As sete lições do livro, apresentadas acima, são sem dúvidas muito proveitosas para aqueles que pretendem acumular riqueza. A pesquisa realizada comprova estatisticamente que os milionários que enriquecem rapidamente são a exceção. A grande maioria das dos milionários construíram sua riqueza adotando um estilo de vida abaixo de seus meios, poupando uma parte da sua renda e investindo-a. Esse pode não ser o caminho mais rápido, porém é sem dúvidas o que mais chances de dar certo para transformá-lo em um milionário.

Se você ficou interessado você pode comprar a sua cópia do livro clicando aqui. Espero que tenha gostado do conteúdo e gostaria que deixasse um comentário para que eu possa escrever mais conteúdo de qualidade.

(crédito das imagens: shutterstock.com)