5 Coisas que Você Precisa Saber para Investir em Ações

Tempo de leitura: 12 minutos

Tenho percebido que há cada vez mais pequenos investidores começando a investir na bolsa de valores. Por muitos anos ela foi vista com desconfiança pelo brasileiro, como se fosse um simples jogo de azar no qual você pode ganhar muito dinheiro, se tiver sorte, ou perder tudo se estiver com azar. Felizmente esta visão equivocada está desaparecendo e mais pessoas estão dispostas e explorar esta excelente forma de investimento.

É impressionante o fato de que muitas pessoas não sabem o quão fácil e seguro é fazer dinheiro com ações. Se existem pessoas que perdem dinheiro no mercado de ações é simplesmente porque não têm conhecimento de algumas coisas básicas. Algumas delas cometem erros como vender suas ações quando o mercado está em baixa e outras tentam ganhar dinheiro no curto prazo com técnicas mirabolantes de enriquecimento fácil.

Pensando nesses erros que as pessoas costumam cometer resolvi escrever este artigo. Ao longo dos próximos parágrafos vou falar de cinco coisas que todo investidor em ações precisa saber para obter sucesso no mercado financeiro. Aproveite o conteúdo.

1. O Mercado de Ações não é Arriscado

O Mercado de Ações não é Arriscado

Muitas pessoas associam o mercado de ações a um cassino, uma casa de apostas. Essa definição não passa de uma grande mentira. As ações são investimentos seguros e de alta rentabilidade, mas essa informação não é difundida porque existem muitos mitos e informações enganosas são espalhados aos quatro ventos, espantando as pessoas do mercado de ações. Sim, é verdade que o investimento em ações apresenta riscos maiores se comparado com os investimentos de renda fixa, mas não é nada que chegue perto de um cassino.

A verdade é que o que é realmente arriscado no mercado de ações são as pessoas, ou melhor a falta de conhecimento das pessoas. As pessoas que investem sem conhecer o funcionamento nem entender os riscos do mercado de ações estão fazendo um investimento de alto risco, simplesmente porque não sabem ao certo o que estão fazendo. Elas estão apostando, podendo ter grandes ganhos ou, o que é mais provável, grandes prejuízos. Quando isso acontece elas geralmente colocam a culpa em seu suposto azar para investir em ações. Elas fazem isso porque desconhecem completamente os motivos que levarem-nas a obter tal prejuízo e de fato acreditam que a culpa foi do mercado e que ele é extremamente perigoso.

Logo, é muito comum que as pessoas passem a associar o mercado de ações com jogos de azar baseados em suas experiências pessoais, acreditando tratar-se se um investimento de altíssimo risco no qual é preciso ter muita sorte para ganhar dinheiro. Repito novamente, isso não é verdade! Para investir no mercado de ações é necessário conhecimento, estudo e dedicação. Optar pelo caminho mais rápido e fácil e depois colocar a culpa nos outros é a receita dos fracassados. Estude o mercado de ações e verá que é muito fácil ganhar dinheiro com ele. Outra coisa essencial é entender que as crises nem sempre são negativas, como veremos no próximo tópico.

2. Nas Crises Estão as Melhores Oportunidades

Nas Crises Estão as Melhores Oportunidades

Não há garantia nenhuma de que você irá ganhar dinheiro com ações em qualquer período determinado de tempo. É impossível prever como uma ação irá se comportar no futuro. Não há garantias que o preço irá subir, que a empresa irá pagar dividendos, ou até mesmo que a empresa não irá falir.

Tudo isso é verdade, porém as ações têm apresentado historicamente um bom desempenho no longo prazo. Os preços das ações mudam o tempo todo por diversas razões. O mercado financeiro está, invariavelmente em alta ou em baixa. Ou seja, os preços das ações no geral estão aumentando ou estão diminuindo. Nem as altas, nem as baixas do mercado são eternas, o mercado está em um ciclo eterno de alta-baixa. Essa é uma das regras mais básicas, mas mesmo assim muitas pessoas não sabem disso ou se esquecem dela quando o mercado está em baixa. Você nunca deve vender ações quanto o mercado está em queda. Nos momentos de recessão é que é possível encontrar oportunidades de comprar ações a preços baixos. Não fique com medo de comprar ações durante uma crise, porque os preços irão subir. Uma crise só é negativa quando você vender as suas ações. A próxima alta é quase certa e se você manter suas ações até lá não sofrerá perdas.

Você tem que estar confortável com o risco de perder parte do seu dinheiro quando você comprar e vender ações a menos que você esteja planejando investir no longo prazo. Ao investir no longo prazo será muito difícil haver perdas e é exatamente sobre isso que vou falar a seguir.

3. Os Resultados são Colhidos a Longo Prazo

Os Resultados são Colhidos a Longo Prazo

Não adianta alimentar a fantasia de que você irá ganhar dinheiro rapidamente, pois não é assim que a bolsa de valores funciona. Tudo que você vai conseguir é perder seu dinheiro. Você não deve esperar ganhos no curto prazo, muito pelo contrário, no curto prazo sua carteira pode se desvalorizar mais de 40% e você não deve se abalar com isso. Nada impede que o seu investimento também gere retorno no curto prazo, mas isso será provavelmente puro acaso. Quem consegue ganhos consistentes no curto prazo é geralmente estudou muito para isso e tem anos de experiência na bolsa de valores.

Como eu já falei o mercado sempre passará por baixas e nesses momentos você nunca deve vender as suas ações. Por isso é essencial que você invista no longo prazo. Como consequência também é essencial que você não dependa do dinheiro investido em ações para gastos imediatos, pois se de fato você precisar dele estará correndo um enorme risco de perder dinheiro. Ao investir no longo prazo – mais de 10 anos – você obterá ganhos maiores em ações do que em outros investimentos e com um risco semelhante. Dessa forma, você terá tempo de esperar que o mercado se recupere e não será necessário vender suas ações com prejuízo.

Outra coisa que você precisa entender é que só se pode falar em ganhos e perdas depois de vender as ações. Quando uma ação cai de preço você não perde dinheiro porque a perda só será consolidada no momento em que você vender as ações por um preço abaixo do preço pelo qual você pagou por ela. Logo, basta ter paciência e esperar, pois é quase certo que uma hora o preço dessa ação voltará a subir. Até hoje o mercado sempre se recuperou e não há motivos para pensar que isso irá mudar no futuro. O principal problema é que as pessoas vendem suas ações quando veem o preço despencar, sendo que bastaria que elas aguardassem visando o longo prazo.

É claro também que não basta comprar ações de qualquer empresa e simplesmente aguardar dez anos ou mais. Para ter sucesso na bolsa de valores é preciso ter uma estratégia.

4. Você Precisa de uma Estratégia

Você Precisa de uma Estratégia

Não existe coisa pior do que investir sem uma estratégia. Pesquisas já mostraram que aproximadamente 90% das pessoas que investem em ações não seguem nenhuma teoria. Elas não traçam nenhum tipo de estratégia e, portanto, são facilmente controladas pelas suas emoções e não pela razão. Não cometa esse erro idiota!

Existem diversas estratégias de investimento para a bolsa de valores. Pesquise e encontre uma que lhe agrade. É melhor ter uma estratégia ruim do que não ter estratégia nenhuma. É como diz o ditado “até um relógio parado está certo duas vezes por dia”. Então mesmo que a estratégia escolhida seja ruim ela lhe trará algum retorno positivo em algum momento. A estratégia ruim deverá trazer resultados menos piores do que de se estratégia alguma. Agora se você não tiver um relógio os ponteiros nunca estarão marcando a hora certa. Ou seja, se você não tiver uma estratégia você não saberá nem o que está fazendo de errado.

Mas, qual é a melhor estratégia? Bem, isso é uma questão pessoal, mas existe uma regra simples para que diz que para uma estratégia ser boa você deve ser capaz de explicá-la para uma criança. Se você não conseguir fazer isso você está apostando, não investindo. No mundo dos investimentos a simplicidade é preferível a complexidade. Fuja de qualquer esquema mirabolante que prometa o enriquecimento rápido.

Uma boa estratégia deve se basear também em princípios que foram testados e que teve sua eficácia comprovada. Dentro das estratégias de investimento existem duas correntes principais: a da análise fundamentalista e da análise técnica. Pessoalmente prefiro a análise fundamentalista, pois ela traz rentabilidades sólidas no longo prazo. Já a análise técnica ou gráfica baseia-se mais no curto prazo, o que já vimos é extremamente arriscado. Nada impede que você ganhe dinheiro através da análise técnica, mas eu pessoalmente sou cético em relação a sua eficiência.

De qualquer modo sugiro que você conheça um pouco de ambas as técnicas, pois até mesmo a análise técnica pode ter aplicações para investimentos de longo prazo. Aprendendo um pouco das duas é possível aplicar um conjunto delas para seus investimentos.

Agora, de nada adianta ter uma boa estratégia de investimentos se você não proteger seus investimentos através da diversificação.

5. Você Precisa Diversificar

Você Precisa Diversificar

Um dos principais mecanismos para controlar o risco dos investimentos na bolsa de valores é a diversificação. É a velha regra de não colocar todos os ovos na mesma cesta. Nesse caso, colocar todo o dinheiro numa mesma ação.

Através da compra de ações de diferentes empresas é possível diluir o risco da sua carteira de investimentos. Dessa forma se você comprar ações de 10 empresas diferentes que atuam em dez ramos diferentes você está reduzindo o risco, uma vez que é muito improvável que o preço das ações de todas as dez empresas caia simultaneamente. A tendência é que, quando uma ação está caindo de preço a outra está subindo, de forma que as ações compensem as perdas e ganhos entre si.

O ideal seria investir entre 10 e 20 ações diferentes. O problema é que dessa forma fica difícil controlar todas as ações. Além disso, as taxas que serão pagas para realizar vinte compras e vinte vendas, serão naturalmente muito maiores do se você investisse apenas em uma ação. Por outro lado, investir em ações de uma única empresa é extremamente arriscado. Não recomendo que faça isso a menos que esteja disposto a sofrer perdas significativas.

Qual a solução para diversificar então? Uma boa forma de diversificar é através dos fundos de índice (ETF) que permitem investir em até quinze ações individuais de uma só vez, deixando o investidor no controle a ainda por cima tem taxas muito mais baixas que o investimento em ações individuais e o investimento em fundos de investimentos.

O outro caminho é investir em ações individuais. Se essa for sua escolha mantenha um número entre cinco e dez ações, de forma que você consiga mantê-las sob controle. Mantenha apenas a quantidade de ações com que você se sentir seguro e confortável.

Conclusão – Recapitulando

Neste artigo você aprendeu que:

  • O mercado de ações não é tão arriscado como algumas pessoas dizem
  • Nas baixas do mercado estão as melhores oportunidades para comprar ações
  • Para obter resultados consistentes você deve investir a longo prazo
  • Você só sofre uma perda quando vende as ações
  • Uma estratégia testada e comprovada é essencial para obter sucesso na bolsa de valores
  • A diversificação é um poderoso instrumento para diminuir o risco
  • Uma ótima forma de diversificar é através dos fundos de índice

Muitas pessoas, quando entendem tudo isso que você aprendeu deixam de lado técnicas miraculosas que prometem milagres e passam a serem investidores de verdade, que compreendem os riscos do investimentos em ações, diversificam seus investimentos e tem uma estratégia sólida de investimento de longo prazo. Essas pessoas conseguem manter retornos consistentes na bolsa por anos, sem ficar com medo das crises e perdas.

Sempre comece a investir com calma, dando um passo de cada vez as chances de você cair são muito menores do que se você sair correndo, certo? No bolsa de valores é a mesma coisa. É bastante provável que no início você perca dinheiro, mas com tempo e dedicação tenho certeza que irá recuperá-lo. Perder é uma parte perfeitamente normal do aprendizado. Portanto, vá com calma, comece investindo valores bem baixos e aumente gradativamente. Isso irá reduzir significativamente as chances de você sofrer com os tombos iniciais.

Espero que você consiga seguir esse mesmo caminho e espero também que este artigo tenha sido útil para que você comece a caminha na direção certa. Deixe um comentário abaixo para que eu possa saber o que você achou deste artigo. Fique à vontade para perguntar se tiver qualquer dúvida ou sugestão. Até a próxima!

(crédito das imagens: shutterstock.com)

  • Fábio Veloso T. Alvim

    Boa tarde! Muito bom o artigo e me gerou duas dúvidas. O que você quer dizer quando comenta sobre “investir valores baixos”? Em números como seria?

    E já escutei falar que é interessante investir um valor alto para começar (ex. R$1000 “de cara” e depois ir comprando aos poucos, cerca de R$200/300 por mês). Procede a informação?

    Obrigado.

    • Olá Fábio!
      Valores baixos é relativo com a sua renda, ou seja, com isso quero dizer que você não deve sair investindo valores muito altos, que podem lhe fazer falta.
      A ideia de investir um valor mensalmente é uma boa estratégia de diversificação, chamada de custo médio. Contudo, não faz sentido começar com um valor mais alto, isto é, o ideal é investir o mesmo valor todos os meses, pois se você começar com um valor mais alto já estará criando uma espécie de “desiquilíbrio” nesta estratégia.
      Abraços, Diogo Pereira

  • Heltinho Cerqueira

    Olá. Meu nome é Helton. No caso se eu quiser diversificar posso ir comprando por exemplo uma ação de uma empresa em um mês e no mês seguinte compro de outra e assim por diante até atingir as 10 empresas? Sempre o mesmo valor e quando atingir as 10 volto comprando de novo da primeira empresa que comprei?
    Obrigado

    • Olá,
      o ideal seria que você comprasse um pouco das ações de cada uma dessas 10 empresas todos os meses, mas se você não tiver dinheiro suficiente pode fazer dessa forma sim

  • vagner

    ola boa noite
    investir em uma empresa como a OGX que esta cm ações baixa e a empresa em recuperação judicial, seria uma péssima estratégia ?

  • Austran Sussuarana

    Bom dia, excelente artigo!

    Estou comprado em algumas ações que perderam muito valor nos últimos dias. Estou esperando cair ainda mais para comprar mais e diminuir o meu preço de compra médio, assim quando ela subir eu potencializo meus lucros. É uma boa estratégia?

    Obrigado

    Austran

    • Olá Austran,
      Sim, pensando no longo prazo quando menor o preço de compra, melhor. Mas não fique preocupado demais com isso pois essa diferença será quase imperceptível no longo prazo. Então se quiser esperar alguns dias tudo bem, só tome cuidado para não acabar prejudicando sua decisão de investir com isso.
      Abraços!

      • Austran Sussuarana

        Obrigado